HealthyLife
Programa de Produção Leiteira Sustentável

Simplesmente melhorar a gestão da transição nem sempre será suficiente para tornar uma fazenda lucrativa

HealthyLife
Programa de Produção Leiteira Sustentável

Simplesmente melhorar a gestão da transição nem sempre será suficiente para tornar uma fazenda lucrativa

O gerenciamento de transição tem um grande impacto na Produção Diária Vitalícia, mas é necessário mais.

A quantidade de leite que uma vaca produz por dia de vida, também conhecida como Produção Diária Vitalícia (Lifetime Daily Yield - LDY), é o parâmetro mais comumente usado para medir o desempenho de fazendas leiteiras1,2. Na maioria dos países, uma fazenda começa a se tornar lucrativa se a LDY estiver acima de 15 kg / leite / vaca / dia86.

O gerenciamento de transição tem um grande impacto na LDY, mas simplesmente melhorar o gerenciamento de transição nem sempre será suficiente para tornar uma fazenda lucrativa.

Calcule seu lucro!
Veja como a produção leiteira sustentável resultará em mais lucratividade para sua fazenda

Em contraste com a crença comum, é muito possível administrar uma fazenda de maneira sustentável e ao mesmo tempo gerar uma renda saudável.

Calcule seu lucro influenciando os 4 indicadores-chave da HealthyLife que ajudam a melhorar o rendimento diário vitalício em sua fazenda.

Vá para a calculadora

Calcule seu lucro!
Veja como a produção leiteira sustentável resultará em mais lucratividade para sua fazenda

Em contraste com a crença comum, é muito possível administrar uma fazenda de maneira sustentável e ao mesmo tempo gerar uma renda saudável.

Calcule seu lucro influenciando os 4 indicadores-chave da HealthyLife que ajudam a melhorar o rendimento diário vitalício em sua fazenda.

Vá para a calculadora

Os primeiros 30-60 dias de lactação são os mais críticos para a produção de leite

Em primeiro lugar, uma boa gestão da transição não deve ter como objetivo apenas aumentar a produção de leite. Melhorar a função e a fermentação ruminal maximiza a produção de gordura no leite, enquanto aumentar o suprimento de energia para o úbere maximiza a produção de proteína no leite.

A fase mais crítica para ambos os parâmetros mencionados são os primeiros 30-60 dias de lactação. A dieta, o manejo alimentar, o manejo das instalações, o manejo sanitário e o uso correto de suplementos no período pré e pós parto devem garantir que o potencial máximo para produção de leite seja atingido.

Maximizando a palatabilidade da silagem e evita a perda de valor nutricional

Após 30-60 dias de lactação, o fator mais impactante desempenho de vacas leiteiras é a qualidade do volumoso. No caso da silagem de gramíneas, pré-secados ou silagem de milho, a qualidade pode ser influenciada na colheita, mas também na alimentação, quando o TMR está sendo preparado.

Garantindo que a qualidade do leite atenda aos padrões mais exigentes

A qualidade do leite está se tornando cada vez mais importante. Tradicionalmente, a contagem de células somáticas tem sido um parâmetro de qualidade muito comum, com um potencial impacto negativo no preço do leite se muito alto.

Mais recentemente, a presença potencial de aflatoxinas se tornou um problema. A preservação incorreta da silagem pode resultar na exposição de vacas leiteiras às micotoxinas. Algumas dessas micotoxinas causam problemas em vacas após a exposição. As vacas são relativamente resistentes aos efeitos das aflatoxinas. A exposição de humanos às aflatoxinas pode, entretanto, causar problemas de saúde. Procurar os níveis de tolerância do MAPA. Por último, as preocupações sobre uma possível correlação entre a doença de Johne em vacas leiteiras e a doença de Crohn em humanos resultaram em maiores preocupações sobre a contaminação do leite com Mycobacterium para-tuberculosis (MAP)85.

Learn more about increasing milk solids in dairy cows